Como determinar o cabo adequado para o seu sensor de temperatura
Postado em: 15/09/2022

A escolha correta do cabo de ligação para o sensor de temperatura é um fator essencial para eficiência e vida útil do seu sensor.

São eles os responsáveis pela comunicação do elemento sensor até o leitor (controlador) e para isso ele tem a missão de comunicar de forma perfeita sem ruídos a informação que está sendo convertida pelo sensor de temperatura. Para que seja realizado de impecável, alguns requisitos devem ser seguidos:

  • Qual o range de temperatura que o cabo será exposto?
  • Existe agente corrosivos no ambiente?
  • Existe interferência eletromagnéticas ou ruídos no ambiente?
  • Existem esforços ou tração mecânica no cabo?

A seguir separamos os tipos de cabos mais utilizados em sensores de temperatura e termopares e suas propriedades para auxiliar nessa escolha, confira!

Cabo PP

Um excelente custo benefício para aplicações em refrigeração e baixo aquecimento.
Os cabos PP possuem ótima durabilidade em ambientes com poeira, e possuem alta resistência a óleo e produtos químicos.

Características do Cabo PP

Faixa de Temperatura de Operação: -30°C a 100°C
Resistência Ôhmica Por Km em 20°C: 134 Ω
Condutor: Corda de fios de cobre nu ou estanhado, com formação flexível.
Material de Isolação: PVC
Bitolas(AWG): 18,20,22,24,26

Cabo de Silicone

Um dos mais usuais, o cabo de silicone para sensores de temperatura, é utilizado em aplicações no range de temperatura de -50 a 300°C.

Em alguns casos, podem ser compostos por uma malha interna, protegendo os sensores contra interferências de rádio de comunicação, por exemplo.

Recomendado para sensores para baixa refrigeração ou alto aquecimento acima de 100°C.

Faixa de Temperatura de Operação: -50°C a 300°C
Resistencia Ohmica Por Km em 20°C: 58 Ω
Condutor: Corda de fios de cobre nu ou estanhado, com formação flexível.
Material de Isolação: Silicone
Bitolas(AWG): 24 e 26

Cabo Teflon 

Excelentes para longos períodos a alta temperatura até 200°C e a baixíssimas temperaturas -100°C. Utilizado normalmente para medição de temperatura em estufas e autoclaves, ou proteção térmica de motores elétricos

Características do cabo Teflon

Faixa de Temperatura de Operação: -200°C a 200°C
Resistencia Ohmica Por Km em 20°C: 58 Ω
Condutor: Corda de fios de cobre nu ou estanhado, com formação flexível.
Material de Isolação: Teflon
Bitolas(AWG): 26 AWG

Cabo fibra de Vidro

Cabo PP com Fita Metalica

Para melhorar sua experiência listamos os produtos mais visualizados em nosso site. Para conhecer e saber mais detalhes sobre cada produto, clique em "Ver o produto".
A70R - 087 - Termoresistência
Sensor PT100 para mancais com graxeira
Sensor Pt100 com graxeira para Mancal de Rolamento
Sensores Pt100 desenvolvidos para monitoramento de temperatura de mancais de deslizamento, rolamentos, correia ou de polia, com graxeira para lubrificação. Possui um sistema com haste ajustável.
  • pt100
  • Bucim Ajustável Rosca M10x1,0
A71P - 092 - Termoresistência
Sensor Pt1000 - Plug Conector DIN 43650
Sensor PT100 DIN 43650
Sensores Pt1000 para Processos Industriais, Químicos e Alimentícios onde se exige grau de precisão e não contaminação dos processos aplicados. Disponível com Conectores DIN 43650 que facilitam a instalação no processo e posterior substituição.
  • Rosca 1/2x14
  • NPT
  • Conector DIN 43650
HFT - 10 - Transmissor de Umidade e Temperatura
Temperatura e Umidade saida digital ou analogico
transmissor de temperatura e umidade
Medições precisas de umidade e temperatura em uma ampla faixa de trabalho, integrado em uma haste em um formato caneta e ponta com filtro poroso esteticamente arrodondado de ótima sensibilidade foram os principais objetivos para o desenvolvimento da série HFT10.Os dados de calibração e outras funções relevantes, como linearização ou compensação de temperatura, são armazenados no transmissor.
Os ranges de umidade e temperatura são disponíveis com saídas analógicas (0-1 / 5 / 10V ou 4-20mA) e digitais I2C e one-wire
  • Saída 4-20ma
  • Haste ABS Probe