Cinco perguntas frequentes sobre Sensores NTC
Postado em: 17/11/2023

Sensores NTC são empregados em uma ampla variedade de aplicações.
Na indústria médico-hospitalar, em nossas residências, nos equipamentos HVAC e de refrigeração predial, além do mercado automotivo e industrial.
Por essa infinidade de usos, é comum surgirem dúvidas. Respondemos às cinco perguntas mais frequentes que recebemos em nossas consultas:

1. O que é um termistor NTC?

Sensores NTC são fabricados com o resistor térmico conhecido como termistor NTC. A palavra ‘termistor’ é derivada da frase ‘resistor termicamente sensível’ e ‘NTC’ significa coeficiente de temperatura negativo. Assim, os termistores NTC têm uma relação inversa entre sua resistência ôhmica e a temperatura mensurada.

2. O comprimento do cabo afeta a precisão de um sensor NTC?

Usando um sensor NTC, você tem a vantagem de escolher uma resistência nominal a partir de 1.000 ohms, que possui baixa ou nenhuma influência em relação à resistência ôhmica adicionada pela extensão do cabo.

3. Se os termistores NTC tiverem uma característica de temperatura não linear, eles serão difíceis de usar?

Não, embora essa característica de resistência/temperatura (R/T) não seja linear, ela é previsível, repetível e pode ser reproduzida de acordo com as especificações de cada curva de resistência. A não linearidade da característica do termistor NTC não representa uma dificuldade para os engenheiros de projeto.

4. De que materiais são feitos os termistores NTC?

Termistores NTC são semicondutores cerâmicos pequenos e robustos fabricados a partir de composições de óxidos de metais, como manganês, níquel, cobalto, cobre e/ou ferro. Cada composição ou mistura de termistor NTC possui uma proporção específica de óxidos metálicos que define as dimensões físicas do termistor, a curva R/T e sua resistência a 25°C.

5. O que acontece se minha aplicação exceder o range de temperatura limite?

A exposição ocasional ou intermitente a temperaturas acima e abaixo da faixa operacional não afetará a vida útil a curto prazo. O epóxi encapsulado normalmente começa a quebrar a 150°C, e a ligação da solda que leva ao corpo do termistor normalmente reflui a cerca de 180°C. Qualquer uma dessas condições pode resultar na falha do termistor.

Necessitando de mais informações, dúvidas ou curiosidades entre em contato conosco

LIOHM – Temperatura Na Medida Certa.

Para melhorar sua experiência listamos os produtos mais visualizados em nosso site. Para conhecer e saber mais detalhes sobre cada produto, clique em "Ver o produto".
A70R - 087
Sensor PT100 para mancais sem graxeira
Sensor Pt100 com graxeira para Mancal de Rolamento
Sensores Pt100 desenvolvidos para monitoramento de temperatura de mancais de deslizamento, rolamentos, correia ou de polia, sem graxeira para lubrificação. Possui um sistema com haste ajustável.
  • pt100
  • Bucim Ajustável Rosca M10x1,0
  • Métrica
HFT - 10 BT3 - Transmissor de Umidade e Temperatura
Temperatura e Umidade saída 4-20mA
sensor de Umidade e Temperatura 4-20ma -
Medições precisas de umidade e temperatura em uma ampla faixa de trabalho, integrado em uma haste em um formato caneta e ponta com filtro poroso esteticamente arredondado de ótima sensibilidade foram os principais objetivos para o desenvolvimento da série HFT10. Os dados de calibração e outras funções relevantes, como linearização ou compensação de temperatura, são armazenados no transmissor.
Os ranges de umidade e temperatura são disponíveis com saídas analógicas (0-1 / 5 / 10V ou 4-20mA) e digitais I2C e one-wire.
  • Saída 4-20ma
A71P - 092
Sensor Pt1000 - Plug Conector DIN 43650
Sensor PT100 DIN 43650
Sensores Pt1000 para Processos Industriais, Químicos e Alimentícios onde se exige grau de precisão e não contaminação dos processos aplicados. Disponível com Conectores DIN 43650 que facilitam a instalação no processo e posterior substituição.
  • Rosca 1/2x14
  • NPT
  • Conector DIN 43650