Breve história dos sensores de temperatura e seus inventores
Postado em: 18/01/2024
Sensores de temperatura e os primeiros termômetros e alguns de seus inventores.

Muito sabemos hoje em dia sobre sistemas de controle e medição de temperatura, mas você sabe onde tudo começou? A LIOHM apresenta agora uma breve história dos sensores e alguns de seus mais importantes contribuintes na construção do que atualmente conhecemos como Sensores de Temperatura.

As sensações de frio e calor sempre existiram, mas encontrar formas de medir a temperatura sempre foi um grande desafio. Até onde se sabe, a história dos sensores de temperatura começou na Renascença.

A maioria dos métodos era indireto, observando o efeito que o calor tem sobre alguma coisa e assim, podendo deduzir a temperatura.

Robert Hooke, em 1664, propôs que o ponto de congelamento da água fosse usado como ponto zero. Logo após, Ole Roemer viu a necessidade de dois pontos fixos para a medição. Um era o ponto de congelamento de Hooke e o outro, o ponto de ebulição da água.

Antes disso, em 1592, há relatos de que Galileu Galilei construiu um dispositivo que mostrava mudanças de temperatura. Mas o termômetro como conhecemos hoje em dia foi inventado por Santorio Santorii em 1612.

Podemos também citar Thomas Seebeck que, ao descobrir o efeito termoelétrico (que mais tarde foi batizado como “Efeito Seebeck”), apresentou ao mundo o sensor de temperatura mais utilizado, o termopar e Michael Faraday, que teve importantes contribuições na eletroquímica, indução eletromagnética e criou o primeiro Termistor NTC. Sensores esses que, nas décadas de 1980 e 1990, tiveram um crescimento em seu uso na indústria alimentícia, automobilística, médica e sistemas HVAC.

Temos outros nomes importantes na história da medição de temperatura como: Anders Celsius, Lord Kelvin, Daniel Gabriel Fahrenheit, CH Meyers (que inventou o detector de temperatura de resistência, que mede a resistência elétrica de um pedaço de fio de platina e é geralmente considerado o tipo mais preciso de sensor de temperatura).

O esforço combinado desses inventores permitiu a evolução do controle de temperatura e a criação de uma vasta gama de sensores. Diante de tantas opções, é comum surgirem dúvidas sobre qual usar em sua aplicação. A LIOHM pode ajudar você a escolher o sensor ideal. Consulte-nos!

Para melhorar sua experiência listamos os produtos mais visualizados em nosso site. Para conhecer e saber mais detalhes sobre cada produto, clique em "Ver o produto".
A70R - 087
Sensor PT100 para mancais sem graxeira
Sensor Pt100 com graxeira para Mancal de Rolamento
Sensores Pt100 desenvolvidos para monitoramento de temperatura de mancais de deslizamento, rolamentos, correia ou de polia, sem graxeira para lubrificação. Possui um sistema com haste ajustável.
  • pt100
  • Bucim Ajustável Rosca M10x1,0
  • Métrica
A71P - 092
Sensor Pt1000 - Plug Conector DIN 43650
Sensor PT100 DIN 43650
Sensores Pt1000 para Processos Industriais, Químicos e Alimentícios onde se exige grau de precisão e não contaminação dos processos aplicados. Disponível com Conectores DIN 43650 que facilitam a instalação no processo e posterior substituição.
  • Rosca 1/2x14
  • NPT
  • Conector DIN 43650
HFT - 10 - Transmissor de Umidade e Temperatura
Temperatura e Umidade saída 4-20mA
sensor de Umidade e Temperatura 4-20ma -
Medições precisas de umidade e temperatura em uma ampla faixa de trabalho, integrado em uma haste em um formato caneta e ponta com filtro poroso esteticamente arredondado de ótima sensibilidade foram os principais objetivos para o desenvolvimento da série HFT10. Os dados de calibração e outras funções relevantes, como linearização ou compensação de temperatura, são armazenados no transmissor.
Os ranges de umidade e temperatura são disponíveis com saídas analógicas (0-1 / 5 / 10V ou 4-20mA) e digitais I2C e one-wire.
  • Saída 4-20ma