Aço 304 x Aço 316L – Qual especificar para meu Sensor de Temperatura?
Postado em: 07/06/2022

Na hora de especificar o sensor de temperatura o qual possui sua proteção feita em aço inox seja o poço de proteção ou, haste ou a conexão com rosca, é importante se atentar ao tipo de aço utilizado para a composição do seu sensor. Existem aplicações críticas que são exigidas

Pensando nisso, fizemos um comparativo entre o aço 304L e Aço 316L para que você aprenda a diferenciar e escolher corretamente.

Aços 304L e 316L têm uma grande resistência à corrosão.

E quando falamos de sensores de temperatura, é importante que você entenda as diferenças entre os tipos de aço para que o resultado na aplicação seja excelente.

É preciso entender a composição e aplicação de cada um e conhecer as certificações utilizadas na fabricação dos sensores, sua forma de estocagem e manuseio, que impacta totalmente na duração do material.

Mas antes de entrar em todas essas questões, confira as diferenças entre Aço 304L e Aço 316L:

Aço 304

  • Inoxidável;
  • Acabamento limpo
  • Baixo custo de manutenção

O aço 304L é o mais utilizado no mundo, devido à sua excelente resistência à corrosão e custo.

Contém entre 16 e 24% de crómio e até 35% de níquel, com pequenas quantidades de carbono e manganês.

Uma das maiores vantagens do Aço 304, é a facilidade de desinfecção.

Por essa razão, é ideal para aplicações de cozinha e equipamentos de processamento de alimentos, e sanitários.

A usabilidade do aço 304 pode ser comprometida quando falamos de sua aplicação com soluções de cloreto envolvidas ou ambientes salinos, agua salgada, como por exemplo, sais de degelo. Os iões de cloreto podem criar áreas localizadas de corrosão, que se espalham e podem comprometer suas estruturas internas.

Aço 316L

Com praticamente as mesmas propriedades físicas e mecânicas do Aço 304, a principal diferença é que o aço inoxidável 316L, 2 a 3% de molibdênio é incorporada na sua produção, ou seja, aumenta ainda mais a resistência à corrosão, contra cloretos e outros solventes industriais.

O aço 316L é utilizado grandemente em aplicações industriais que envolvem produtos químicos de processamento, bem como ambientes com alto teor de solução salina, como regiões costeiras e áreas externas, onde os sais de degelo são comuns.

Além disso, podem ser utilizados na fabricação de instrumentos cirúrgicos médicos.

Por sua vez, o aço 316L possui 7% de molibdênio, proporcionando melhor resistência ao cloreto, mas essa resistência pesada só é necessária em condições de exposição industrial ou de alta concentração.

Como diferenciar o Aço 304 e o Aço 316L?

O que diferencia o aço 304L do Aço 316L e a quantidade de faixas de carbono, veja:

Faixas de Carbono do aço 304

minimo: 0,03%

máximo: 0,07%

Faixas de Carbono do aço 316L

minimo: 0,07%

Máximo: 0,030%

Os tipos de aço 304 e 316L são versões construídas com baixo carbono como alternativas do aço padrão para superarem o risco do que chamamos de corrosão intercristalina.

Situações em que o aço 304 pode ser a melhor escolha:

  • Quando a aplicação exige conformabilidade (prensa ou dobra)
  • Onde é necessário um custo mais acessível

Situações em que o aço 316L pode ser a melhor escolha:

  • Ambientes com grande quantidade de elementos corrosivos e oxidantes.
  • Situações que exigem que o material fique debaixo d’água ou exposto à água salina;

Como identificar qual é o Aço 304 e Aço 316L?

Existem duas formas de identificar qual é o aço 304 e aço 316L, a primeira delas é através do ataque químico – um teste realizado para revelar a microestrutura e os constituintes da amostra, possibilitando maior entendimento das suas propriedades.

A segunda opção para identificá-los, é através da análise de reconhecimento de ligas por raio X.

Um dos melhores métodos para identificar a propriedade química de um material.

Neste teste, é possível distinguir a quantidade de liga disponível no aço que está sendo analisado para identificar se é 304 ou 316.

Aço inoxidável 304 vs 316L: qual é melhor?

Ambos possuem prós e contras em suas aplicações.

O aço 316L é mais resistente do que o 304 em ambientes salinos e oxidantes por exemplo. Também ambientes onde liquidos corrosivos atacam o aço. Porém, para quem busca imersão em água comum ou ar , o 304 é o mais indicado por possui custo menor.

Qual tipo de aço inox que a LIOHM oferece?

Todos nossos sensores da linha haste de aço inox nos tamanho 6x50MM e 6x26MM são feitos com aço inox 316L. Outros tamanhos podem ser desenvolvidos sob encomenda. Também possuímos o tipo 304 como opção para todos modelos e aplicações nao corrosivas. Na dúvida de qual escolher, consulte um dos consultores técnicos que certamente entenderão a sua necessidade para te indicar a melhor usabilidade em conjunto com os sensores de temperatura.

Envie uma mensagem aqui

Para melhorar sua experiência listamos os produtos mais visualizados em nosso site. Para conhecer e saber mais detalhes sobre cada produto, clique em "Ver o produto".
A70R - 087 - Termoresistência
Sensor PT100 para mancais com graxeira
Sensor Pt100 com graxeira para Mancal de Rolamento
Sensores Pt100 desenvolvidos para monitoramento de temperatura de mancais de deslizamento, rolamentos, correia ou de polia, com graxeira para lubrificação. Possui um sistema com haste ajustável.
  • pt100
  • Bucim Ajustável Rosca M10x1,0
A71P - 092 - Termoresistência
Sensor Pt1000 - Plug Conector DIN 43650
Sensor PT100 DIN 43650
Sensores Pt1000 para Processos Industriais, Químicos e Alimentícios onde se exige grau de precisão e não contaminação dos processos aplicados. Disponível com Conectores DIN 43650 que facilitam a instalação no processo e posterior substituição.
  • Rosca 1/2x14
  • NPT
  • Conector DIN 43650
HFT - 10 - Transmissor de Umidade e Temperatura
Temperatura e Umidade saida digital ou analogico
transmissor de temperatura e umidade
Medições precisas de umidade e temperatura em uma ampla faixa de trabalho, integrado em uma haste em um formato caneta e ponta com filtro poroso esteticamente arrodondado de ótima sensibilidade foram os principais objetivos para o desenvolvimento da série HFT10.Os dados de calibração e outras funções relevantes, como linearização ou compensação de temperatura, são armazenados no transmissor.
Os ranges de umidade e temperatura são disponíveis com saídas analógicas (0-1 / 5 / 10V ou 4-20mA) e digitais I2C e one-wire
  • Saída 4-20ma
  • Haste ABS Probe